Escolha uma Página

Abertura do Encontro Regional Sudoeste e Sul evidencia inovação em formato on-line

por | ago 21, 2020 | Blog

Com quase mil participantes, o Encontro Regional Sudoeste e Sul promovido pela Abrapp, Sindapp, ICSS, UniAbrapp e Conecta marcou a abertura de uma série de eventos que ocorrerão em um novo formato, totalmente on-line. O encontro foi realizado nesta sexta-feira, 21 de agosto, via um centro de eventos digital e transmitido diretamente de um estúdio em São Paulo. A experiência com a plataforma digital evidenciou a característica inovadora do Grupo Abrapp, proporcionando uma experiência segura, confortável e interativa ao público, que pôde navegar pelo centro de eventos digital na acomodação de suas casas.

Na abertura, ​Luís Ricardo Marcondes Martins, Diretor-Presidente da Abrapp, destacou a importância dos Encontros Regionais, que é um dos eventos mais importantes do calendário do Grupo Abrapp. “É quando saímos para prestar contas e ouvir sugestões daquilo que podemos buscar em termos de soluções e aprimoramento para o nosso sistema”, disse. “Os eventos são somente possíveis pelos parceiros da Abrapp. Esse parceiros, mais do que nunca, apoiam as nossas iniciativas, e agradeço os patrocinadores, que de braços dados com a Abrapp nos ajudam a disseminar o segmento”.

Luís Ricardo fez ainda um overview das conquistas do sistema dos últimos 5 anos. “À luz de tantas ameaças que conseguimos superar, a gente comemorou pouco. Mas diante de tudo isso, agora, com o planejamento estratégico do sistema, a nossa solidez nos permitiu enfrentar a crise atual aguda. No início de 2020, estávamos com 100% de solvência, superávit agregado, e antecipamos questões que estão sendo tratadas agora com o advento da pandemia”.

Agenda estratégica – Na implementação de uma agenda estratégica, deixando de lado as ameaças e buscando medidas que continuem incrementando o sistema, Luís Ricardo destacou as janelas de oportunidades que se abriram. “A reforma da previdência é uma oportunidade, além da própria pandemia, quando as pessoas buscam ainda mais proteção social”. Com o objetivo de proteger o maior número de pessoas, entre os temas fundamentais da agenda atual do Grupo Abrapp está a inscrição automática. “Temos apoio absoluto dos interlocutores do governo federal e entendimento da importância desse instrumento para o segmento, e estamos em um momento de buscar essa aprovação”.

A Lei de Proteção ao Poupador Previdenciário (LPPP) também é necessária, visando proteger ainda mais a poupança do trabalhador, e Luís Ricardo citou o trabalho do economista e pesquisador José Roberto Afonso como desenho do projeto de lei que busca ampliar essa proteção. “Os ajustes na Resolução CMN nº 4.661 também são fundamentais em um momento de queda da taxa de juros e diversificação dos investimentos; a questão imobiliária precisa ser flexibilizada, não podemos transformar todas essa estrutura em cotas, e buscamos o quanto antes uma flexibilidade no estoque. Para investimentos no exterior, queremos ampliar os limites, e também olhamos para investimentos em empresas de capital fechado”.

Luís Ricardo citou ainda propostas tributárias, que precisam incentivar a busca pelo incremento da poupança previdenciária. Entre os tópicos a serem discutidos está alíquota zero para quem poupou por mais de 20 anos; a postergação de opção tributária; tributação baixa renda; contribuição extraordinária para quem busca equacionamento de déficit; entre outros. “Há uma força tarefa para solucionarmos este problema o quanto antes. Estamos em consulta pública também para ajustes na planificação contábil, e fazendo debate da Resolução nº 30 no Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC)”, disse.

Na agenda atual, há ainda a discussão da harmonização entre entidades abertas e fechadas; a operacionalização do CNPJ por Plano; a previdência complementar dos servidores públicos, impulsionada pela reforma da previdência; e o incremento de planos família, com destaque para o crescimento do segmento com 20 planos em funcionamento e projeção de crescimento para 120 em dois anos, chegando a uma acumulação de R$ 2 bilhões em reservas e protegendo 500 mil pessoas (veja mais). Luís Ricardo falou ainda sobre a importância dos canais de venda e comunicação, e do desenvolvimento da tecnologia. “Destaco a visibilidade da Abrapp na imprensa, com 3 mil notícias do Grupo saindo nos veículos de comunicação em cinco anos”. Ele destacou importância e segurança de realização do evento desta sexta-feira em estúdio, transmitido on-line, ressaltando o trabalho da Abrapp na busca pela reinvenção.

Diretores Regionais – Os diretores das Regionais Sudoeste e Sul também participaram da abertura do evento, deixando uma mensagem de boas vindas. ​Carlos Henrique Flory, Diretor Executivo responsável pela Regional Sudoeste da Abrapp, deu um contexto do momento de crise que o mundo passa, e como o segmento de previdência complementar está superando a crise. “Do ponto de vista de mercado financeiro, parecia que em março teríamos um caos total. Felizmente esse caos não veio com a força prevista, e aos poucos o mercado se recuperou, saindo do negativo, voltando a atingir as metas dos planos”.

Flory, que também é Diretor Presidente da Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom), ressaltou que na previdência de servidor público, o momento é de disrupção. “O sistema de previdência complementar para o servidor público, por conta da reforma da previdência, deve ser implantado pelos entes federativos em dois anos. Em um momento em que esses entes estão com sérias dificuldades em suas finanças, no final do ano teremos eleições, e os prefeitos que tomarem posse enfrentarão essa questão. Será um tempo difícil, e para nós todos, especialmente o sistema fechado, temos outro desafio, que é a elaboração de um projeto de lei de previdência complementar regulamentando a participação das entidades abertas no sistema. Teremos essa concorrência, mas que isso nos sirva como estímulo para que nosso sistema seja cada vez mais forte, mais unido, mais eficiente, e mais transparente”, complementou.

Ressaltando a representatividade do Encontros Regionais para o segmento, Jarbas Antonio de Biagi, Diretor Executivo responsável pela Regional Sudoeste da Abrapp, ressaltou o evento desta sexta-feira como emblemático por ser o primeiro grande evento pós-pandemia. “Estamos atravessando essa crise e asseguramos ao governo federal que temos governança, estrutura, e que atravessaríamos isso bem. Confiamos na nossa governança e já recuperamos os investimentos. No outro pólo, dos participantes, conseguimos retê-los e crescer”. Jarbas, que também atua como Presidente do Conselho Deliberativo da OABPrev-SP, destacou que o sistema deve enfrentar novos desafios, mas que serão atravessados.

Ainda falando sobre as dificuldades e oportunidades com a crise, ​Cláudia Trindade, Diretora Executiva responsável pela Regional Sul da Abrapp, destacou que o sistema está vivendo tempos únicos. “A pandemia nos impõe novos desafios, além daqueles que já vivemos no dia a dia das nossas entidades. Estamos em uma nova fase, construindo e comercializando planos instituídos e planos família”. Ela enalteceu a parceria da Abrapp que auxiliou a implantação do plano família da Fusan, entidade na qual atua como Diretora Presidente, e passados seis meses do lançamento do plano, ele já trouxe bons resultados. “Outro desafio é a questão da comunicação, que deve ser intensificada para que seja clara, transparente e acessível de várias formas”.

Diante dos inúmeros desafios de curto médio e longo prazo do sistema, ​Rodrigo Sisnandes Pereira, Diretor Executivo responsável pela Regional Sul da Abrapp e Diretor-Presidente da Fundação Família Previdência, avaliou que inúmeras também são as oportunidades do momento. “O primeiro grande desafio é o de uma nova reforma da previdência, já que toda economia gerada com a reforma realizada foi gasta com a pandemia, e essa crise antecipa uma nova reforma, com cada vez menos participação do governo na aposentadoria. O segundo desafio é a diminuição da renda das famílias que, aliada à longevidade, vai nos exigir um trabalho forte de educação financeira e previdenciária para garantir uma renda qualificada para a população”. Ele destacou ainda a capacidade do sistema ajudar nesse momento, mas que é necessário engajamento das associadas na busca de soluções coletivas. “Nossos planos, que eram uma opção, passam a ser uma necessidade na agenda econômica do país”, complementou.

Confira a cobertura completa dos painéis do Encontro Regional Sudoeste e Sul no Blog Abrapp em Foco. Os Encontros Regionais da Abrapp contam com o patrocínio de: Giant Steps Capital, Bradesco Asset Management, Pandhora, Rio Bravo, Santander Asset Management e Captalys. O evento tem o apoio da Mapfre Investimentos e da Franklin Templeton.

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.

Shares
Share This