Escolha uma Página
Edécio Brasil será entrevistado no quadro “Previdência para Todos” do MyNews

Edécio Brasil será entrevistado no quadro “Previdência para Todos” do MyNews

Edécio Brasil, Diretor Superintendente da Valia e Vice-Presidente do Conselho Deliberativo da Abrapp, será o entrevistado do quadro “Previdência para Todos” desta quarta-feira, dia 14 de outubro, no Almoço do MyNews. Na ocasião, Edécio tratará do tema “Renda futura – como saber como planejar quanto eu preciso guardar hoje para ter uma renda que seja suficiente no futuro?”.

Comandado pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark, o programa será transmitido a partir do meio-dia, no canal do MyNews no YouTube. O quadro “Previdência para Todos” é fruto da parceria entre Abrapp e MyNews. A iniciativa tem por objetivo difundir o conhecimento sobre a previdência complementar fechada para o grande público e é transmitido semanalmente, sempre às quartas-feiras.

Benefícios da previdência fechada são destaque de entrevista com Guilherme Leão no MyNews

Benefícios da previdência fechada são destaque de entrevista com Guilherme Leão no MyNews

Guilherme Velloso Leão, Presidente do ICSS e Diretor Presidente da Mais Previdência, foi o convidado desta quarta-feira, 16 de setembro, do quadro “Previdência para Todos” no Almoço do MyNews, comandado pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark. O programa é transmitido pelo canal MyNews no YouTube e o quadro por ser assistido por meio deste link. Durante a entrevista, ele abordou que as Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC) estão com novas alternativas de planos, que tendem a se ampliar cada vez mais. “O sistema de previdência era muito fechado, vinculado somente a uma empresa”, disse. “Mas a gente vem, ao longo dos últimos anos, avançando na legislação e vemos, hoje, a possibilidade de crescer as EFPCs, aproximando-se muito de oferecer previdência complementar para todo o público ligado a entidades de classe, cooperativas e associações profissionais diversas”, destacou Guilherme Leão.

Assim, não somente o profissional que está vinculado à associação, mas na medida em que são criados os planos família, a previdência complementar pode se estender aos familiares desses profissionais, explicou Guilherme Leão. “Nos aproximamos de abrir o leque a um mercado muito grande. Até então as EFPCs estavam engessadas ao um público alvo dos funcionários que patrocinavam seus planos. E as entidades precisam aumentar sua escala. Não tenho dúvida que a previdência associativa, os planos instituídos e família vão crescer muito e com uma série de vantagens, em geral, frente às entidades abertas de previdência complementar”.

Diferença entre fechadas e abertas – Guilherme explicou ainda a diferença entre as entidades fechadas e abertas de previdência complementar, destacando que as EFPC são constituídas sob a forma de uma associação, sociedade civil, sem fins lucrativos e, assim, todo o ganho na gestão dos recursos se refere aos seus participantes, diferentemente das entidades abertas, que são administradas por bancos e seguradoras, que têm fins lucrativos e detêm uma parcela maior de taxa de administração ou de carregamento para cobrir seu lucro. Em função disso, as entidades fechadas têm maior possibilidade de proporcionar uma rentabilidade melhor aos seus participantes. “Em geral, a gente vê isso nas taxas de administração que são menores frente às taxas das entidades abertas”, complementou.

O programa contou ainda com o depoimento de um participante de EFPC que passou a poder oferecer um plano de previdência aos seus familiares, destacando os benefícios e segurança para o futuro de seus filhos, além das flexibilizações que os novos modelos de planos das EFPC possuem. “Falamos sobre a oportunidade da previdência deixar de ser aquele modelo duro de receber o dinheiro apenas na aposentadoria, se tornando um projeto também de realização de sonhos. Essa nova previdência permite ter rendas antecipadas. Com o PrevSonho, criado pela Abrapp, após acumular alguns anos, é possível fazer resgates de parte dos recursos, preservando o valor para sua aposentadoria, mas também realizando projetos como viagens, cursos, compra de imóveis, etc. Isso cria um apelo aos mais jovens, que estão pensando em seus projetos, e não somente na aposentadoria”, destacou Guilherme Leão.

Certificação – Guilherme falou ainda sobre a certificação de dirigentes, que é uma exigência legal, visando profissionalizar os dirigentes das EFPCs e passou a ser oferecida pelo ICSS de forma on-line em meio à pandemia de COVID-19. “Qualquer dirigente ou gestor de EFPC lida com a poupança de milhões de pessoas. Há muita responsabilidade, e a legislação está exigindo cada vez mais capacitação. O ICSS criou uma série de flexibilizações tendo em vista o problema da pandemia”, disse, ressaltando que a partir de 2021 a certificação de novos profissionais entrará em vigor somente através de provas e títulos devido a uma exigência regulatória. “Isso eleva o nível de governança e capacitação de quem está dentro desse segmento e tem essa tamanha responsabilidade”, complementou.

Guilherme Velloso Leão participa do quadro “Previdência para Todos” do canal MyNews 

Guilherme Velloso Leão participa do quadro “Previdência para Todos” do canal MyNews 

Guilherme Velloso Leão, Presidente do ICSS, será o entrevistado do quadro “Previdência para Todos” nesta quarta-feira, 16 de setembro, no programa Almoço de Quarentena, comandado pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark. O programa será transmitido a partir do meio-dia, no canal MyNews do YouTube.

O quadro “Previdência para Todos” é fruto da parceria entre Abrapp e MyNews. A iniciativa tem por objetivo difundir o conhecimento sobre a previdência complementar fechada para o grande público e é transmitido semanalmente, sempre às quartas-feiras, no programa Almoço de Quarentena.

MyNews: Carlos Flory abordou a Previdência Complementar para os servidores públicos

MyNews: Carlos Flory abordou a Previdência Complementar para os servidores públicos

O Diretor Executivo da Abrapp Carlos Flory foi o entrevistado desta quarta-feira, 9 de setembro, no quadro “Previdência para Todos” do programa Almoço de Quarentena, comandado pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark. O programa é transmitido pelo canal MyNews no YouTube e o quadro pode ser assistido por meio deste link.

Durante o programa, Flory, que também é Diretor Presidente da Prevcom, abordou o tema da Previdência dos servidores públicos e a evolução do fundo dos funcionários do Estado de São Paulo. Mara Luquet introduziu o tema ao lembrar das transformações da Reforma da Previdência realizada na Previdência do serviço público nos últimos anos. Enfatizou também a longa experiência de Carlos Flory, que foi Presidente da Petros na gestão do governo de Fernando Henrique Cardoso.

O dirigente retomou a trajetória das mudanças na Previdência no estado de São Paulo, lembrando da aprovação do Regime de Previdência Complementar em 2012. A implantação e o funcionamento da entidade fechada dos servidores estaduais começou em 2013, ainda com o nome de SP-Prevcom. Foi a primeira EFPC de servidores públicos a entrar em operação no país, seguida depois pela Funpresp-Exe e pela Funpresp-Jud.

Flory explicou que os novos servidores admitidos a partir de 2013 já entraram com os limites de aposentadoria do Regime Geral. E explicou a importância da Previdência Complementar para evitar a “falência” da Previdência do serviço público, a exemplo do que ocorreu em países como Grécia, Portugal, e posteriormente em estados como Rio de Janeiro e outros.

Contas individuais – O Diretor da Abrapp explicou o funcionamento dos planos de benefícios para os novos servidores, baseado no modelo de capitalização com contas individuais. O estado garante o pagamento até o teto do RGPS e o funcionário pode ingressar em um plano de contribuição definida com paridade contributiva.

O modelo de capitalização da Previdência Complementar é fundamental na visão de Flory para evitar o desequilíbrio das contas públicas e também para garantir uma aposentadoria mais digna para os servidores. O modelo ganha importância no contexto de aumento da longevidade da população em geral.

Evolução – A jornalista Myrian Clark apresentou dados que mostram a evolução do número de participantes e do rendimento dos ativos da Prevcom. O número de participantes, por exemplo, saiu de 16,1 mil em 2016, para 19,9 mil em 2016. No final de 2018 houve um grande salto para 27,0 mil até atingir os atuais 36,4 mil em julho de 2020. Flory enfatizou o forte crescimento verificado nos últimos anos, sobretudo após a crise econômica que atingiu o país em 2014 e 2015. Lembrou que esta crise foi mais severa e mais longa que a atual crise provocada pela pandemia.

O dirigente falou ainda das vantagens das entidades fechadas em relação às abertas em termos de retornos mais altos e de taxas mais reduzidas. Flory ainda comentou a composição das carteiras da Prevcom que tem atualmente 69% dos ativos em renda fixa, 14% em multimercados; 10% em renda variável e 7%, em investimentos no exterior.

Mara Luquet questionou ainda a maior concentração em renda fixa diante do atual patamar de juros reduzidos da economia doméstica. Flory explicou que a maior concentração nesta classe de ativos é decorrente das oportunidades aproveitadas nos anos de 2014 e 2015 quando houve a abertura das taxas das NTN-Bs. Na época foram adquiridos títulos públicos com remuneração de inflação mais 6,5% ou até 7,5% ao ano.

Flory também ressaltou os altos retornos propiciados pelos investimentos no exterior em 2020 em decorrência da alta o dólar e das moedas estrangeiras. Além do retorno satisfatório, ele lembrou que os ativos no exterior permitem maior equilíbrio de risco pelo fato de estarem descorrelacionados dos investimentos em Bolsa doméstica.

Clique aqui para assistir à entrevista – a partir de 20’ minutos

Carlos Henrique Flory será o entrevistado desta quarta-feira no canal MyNews

Carlos Henrique Flory será o entrevistado desta quarta-feira no canal MyNews

Carlos Henrique Flory, Presidente da Prevcom e Diretor da Abrapp, será o entrevistado do quadro “Previdência para Todos” nesta quarta-feira, 9 de setembro, no programa Almoço de Quarentena, comandado pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark. O programa será transmitido a partir do meio-dia, no canal MyNews do YouTube.

O quadro “Previdência para Todos” é fruto da parceria entre Abrapp e MyNews. A iniciativa tem por objetivo difundir o conhecimento sobre a previdência complementar fechada para o grande público. É transmitido semanalmente, sempre às quartas-feiras, no programa Almoço de Quarentena.

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.