Escolha uma Página
Toffoli e Luís Ricardo abrem o 41º Congresso mostrando a força do sistema

Toffoli e Luís Ricardo abrem o 41º Congresso mostrando a força do sistema

“Por tudo que sei a previdência privada é fundamental à formação de uma poupança a serviço do desenvolvimento”, disse há pouco o Ministro do STF, Dias Toffoli, ao participar da solenidade de abertura do 41º Congresso Brasileiro de Previdência Privada e reforçando a imagem de nosso sistema como um poderoso agente institucional voltado para a construção de um País cada vez melhor. Na mesma linha, o Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Martins, sublinhou as conquistas e salientou que muitas ainda estão por vir.

Enquanto Toffoli salientava a importância de, para poder cumprir o seu importante papel, a previdência privada contar com a segurança jurídica garantida pela Constituição de 88 e da qual o STF é o maior guardião, Luís Ricardo mostrou que o evento, com perto de 5 mil participantes e 100% on-line, é um um espelho à altura da solidez, força, competência e capacidade de responder aos desafios se reinventando. “É forte o sentimento de que estamos nos especializando em mover montanhas. Deixamos para trás as crises do terço final dos anos 90. Vencemos as dos anos 2000 e aquela que veio em 2008 e da qual saímos ainda mais fortalecidos”.

Disse Luís Ricardo: “Especialistas em superação e resiliência, chegamos a este 41º Congresso, que reinventamos de fio a pavio, com o emprego de toda a tecnologia que conseguimos embarcar. Nesta nova versão juntamos o rico conteúdo de sempre com a audiência que o formato digital torna planetária”.

O Presidente Luís Ricardo afirmou que o sistema está dando mostras de ser capaz de uma profunda transformação cultural. Depois de nascer  há pouco mais de 40 anos como um benefício oferecido pelas empresas aos seus funcionários, hoje e cada vez mais buscamos nas demandas apresentadas pelo mercado a inspiração para o lançamento de novos produtos. Já existem aquelas associadas que se percebem como um negócio e, como tal, orientadas pelo marketing para vendas.

Disse também que “trabalhar no sentido do fomento é o que os nossos dirigentes e suas equipes nas entidades mais têm feito. E como têm trabalhado. “. E acrescentou: “É verdade que, como no passado, continuamos a valorizar políticas públicas fomentadoras da poupança previdenciária, mas a verdade é que nunca como hoje o êxito dependeu tanto de nós mesmos. Esse Mundo novo no qual desembarcamos é diferente por exigir de nós uma imensa capacidade de inovar, de pensar e fazer diferente, através de novas práticas e produtos, e nisso certamente nos temos saído muito bem”

Notou “termos voltado a figurar na agenda prioritária do Governo. Somos outra vez vistos como parte da solução.  Sem esquecer que teremos o Ministro Paulo Guedes participando da solenidade de encerramento deste 41º Congresso”

Pagarmos todos os anos mais de R$ 60 bilhões em benefícios diretamente a quase 900 mil pessoas. E uma coisa é certa: o nosso sistema está preparado para continuar exercendo e até ganhar maior protagonismo.

“E pelas nossas mãos é que vem surgindo todos os dias novas possibilidades de avanços concretos. Vejam só o caso dos planos família, uma dessas sementes que está revolucionando o nosso sistema, com muita ousadia, criatividade e comunicação, ferramentas do processo disruptivo pelo qual estamos nos reinventando. E aqui não há platitudes ou sonhos fantasiosos, mas sim a realidade de muitos planos em operação ou germinando”, observou Luís Ricardo.

Para o Presidente da Abrapp, “os fundos setoriais espelham as novas feições que a previdência complementar fechada vai assumindo, por traduzir uma visão contemporânea em concepção de planos. A Abrapp criou o seu para servir de exemplo para a sociedade civil organizada, suas organizações dos diferentes setores de atividades. No berço da mesma revolução, os planos para as famílias já começam a se mostrar a grande alavanca que vai ajudar o sistema a retomar o seu crescimento”

“Vemos assim que, nesse momento que bem podemos chamar de histórico, o nosso sistema pode dobrar o contingente de trabalhadores protegidos. Ou triplicar”, afirmou.

Além de tudo isso nos ajuda também termos um DNA notadamente social, fazendo coincidir a nossa alma de obra coletiva com o espírito da época que vivemos. Nascidas do esforço somado de comunidades, sejam empresariais com patrocinadoras ou corporações profissionais que instituem planos, o que as nossas entidades vivenciam tem sempre a ver com a busca do bem comum.

E isso casa perfeitamente com um momento no qual pessoas e empresas se mostram mais preocupadas do que nunca com a sustentabilidade social e ambiental de seus pensamentos e atitudes. Acho que nunca se viu uma época em que se falasse tanto em se ter propósitos na vida, uma virtude sem a qual a resiliência fica parecendo inalcançável numa hora de tantos desafios.

– Falando em propósitos e princípios, a eles a Abrapp deve os avanços conseguidos na liderança de nosso sistema, valorizando o tempo todo a excelência, a ética, a credibilidade, a integridade, a inovação e a sustentabilidade. Foi nesse revigorante caldeirão de valores eternos e ótimas práticas que a Associação encontrou a força para renovar drasticamente a sua grade de eventos, adicionando a ela ainda mais quantidade e mais qualidade de atrações.

– O formato 100% digital fez o resto, permitindo uma disseminação do conhecimento nunca antes alcançada. Não vou me alongar porque isso é algo que está acontecendo agora diante de nossos olhos, todos vocês são testemunhas do que estou dizendo, bem como de tudo que a Abrapp sempre fez com dinamismo e competência e continuou fazendo. E prossegue com a ajuda do Sindapp, ICSS e UniAbrapp e o reforço da Conecta.

“Juntos conquistamos muito e, pelo tanto de resultados que alcançamos, pode-se até dizer que comemoramos pouco, mas também já deu para perceber que temos espaço e musculatura suficientes para novos saltos”, finalizou.

 

41º CBPP: Ministro do STF confirmado para a abertura do Congresso

41º CBPP: Ministro do STF confirmado para a abertura do Congresso

Ex-presidente da mais alta instância do poder Judiciário, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, José Antonio Dias Toffoli, confirmou presença na sessão solene de abertura do 41º Congresso Brasileiro de Previdência Privada, no dia 16 de novembro. Ele participará juntamente com o Diretor-Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Martins.

O Ministro Dias Toffoli participou em diversos momentos da formulação de legislação e de jurisprudência a respeito da Previdência Complementar. Desde a elaboração da Proposta de Emenda Constitucional da Previdência, em 2003 e 2004 (EC 41/2005), quando era sub-chefe da Casa Civil para assuntos jurídicos. Também acompanhou a formulação das Leis Complementares 108 e 109, junto ao então Secretário de Previdência Complementar, Adacir Reis.

Já na posição de Ministro do STF, Dias Toffoli posicionou-se no acórdão que definiu que as ações relacionadas à Previdência Complementar Fechada, tanto dos servidores públicos quanto da iniciativa privada devem ser julgados pela Justiça Comum – e não pela Justiça do Trabalho.

O maior congresso mundial do segmento acontecerá de 16 a 19 de novembro em formato 100% online e ao vivo. Clique aqui para fazer sua inscrição com preço de 3º lote e descontos especiais para grupos!

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.