Escolha uma Página

Previdência para filhos: Lucas Nóbrega destaca PrevSonho no MyNews 

por | set 23, 2020 | Blog

Lucas Ferraz Nóbrega, Presidente da Fundação Libertas, participa do quadro "Previdência para Todos" no canal MyNews

As opções de previdência para os filhos foram destacadas na participação do Presidente da Fundação Libertas, Lucas Ferraz Nóbrega, no quadro “Previdência para Todos” do programa Almoço de Quarentena, comandado pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark. O programa foi transmitido nesta quarta-feira (23) pelo canal MyNews no YouTube e pode ser assistido por meio deste link.

O programa trouxe o caso de Lucilia da Silva, de 34 anos, que tem um filho de 4 anos e está grávida novamente. Ela começou a poupança para financiar a faculdade dos filhos, investindo R$ 100 a R$ 200 por mês.

O planejador financeiro Caco Santos destacou a opção da previdência para acumular esses recursos. Ele observou que há produtos muito bons no mercado, com taxas de administração mais razoáveis em função da competição e regulamentação do setor.

Realização de sonhos – Lucas Nóbrega ressaltou que diversas entidades fechadas de previdência complementar já oferecem o PrevSonho, modelo disponibilizado pela Abrapp, para seus planos família. Ele explicou que nesse modelo as pessoas podem fazer contribuições mensais para o plano – a exemplo dos R$ 100 a 200 de Lucilia.

Quando chegar a hora de realizar um sonho de mais longo prazo, como pagar a faculdade do filho, o participante poderá utilizar até 70% das reservas acumuladas. Os 30% restantes permanecerão na previdência para a realização de um sonho maior: assegurar a aposentadoria tranquila no futuro. Deixar dinheiro na poupança com o atual patamar da Selic em 2%, seria “queimar” recursos, observou Lucas, em função da rentabilidade real negativa, ou seja, menor que a da inflação.

Diferença na rentabilidade – Outro grande diferencial da previdência complementar fechada é o maior ganho patrimonial para o participante. “Hoje qualquer meio ponto percentual de rentabilidade que você salvar por ano fará uma diferença gigante lá na frente. As entidades fechadas de previdência complementar, os fundos de pensão, têm taxas muito menores do que a previdência aberta. O motivo é que a previdência complementar fechada não tem fins lucrativos”, explicou o Presidente da Fundação Libertas. “Todo ganho obtido volta para o participante”, ressaltou.

O gráfico apresentado no programa mostrou o ganho de até R$ 270 mil a mais no patrimônio acumulado pelo participante da previdência fechada frente à previdência aberta, ao longo de 20 anos, em função da diferença entre as taxas cobradas e a melhor rentabilidade histórica apresentada pelas fechadas.

Previdência “semi-aberta” – Lucas Nóbrega destacou que o acesso à previdência complementar fechada não é mais tão restrito quanto no passado. Planos no modelo PrevSonho já são oferecidos por entidades fechadas em todo o Brasil, aceitando familiares até o quarto grau de parentesco dos participantes. “É bastante gente. Por isso que eu falei que estamos passando do regime fechado para o semiaberto”, ressaltou, com bom-humor.

Clique aqui para assistir ao quadro Previdência para Todos (a partir do minuto 33:32).

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.

Shares
Share This