Escolha uma Página

Comissão Técnica de Investimentos define três eixos principais de atuação

por | dez 18, 2020 | Blog

Marcelo Otavio Wagner

O Colégio de Coordenadores da Comissão Técnica (CT) de Investimentos da Abrapp definiu três eixos para direcionar sua atuação no próximo ano. Os eixos receberam a denominação de “processos”, “produtos” e “solvência/regulação” e serão desenvolvidos por duplas de coordenadores das comissões regionais (ver lista ao final). “A proposta é desenvolver uma agenda propositiva para 2021. Vamos continuar com as pautas reativas, para dar resposta às demandas mais imediatas, mas também queremos atuar com o olhar no longo prazo”, explica Marcelo Otávio Wagner, Secretário Executivo da CT de Investimentos.

O primeiro eixo tem o objetivo de discutir e promover o intercâmbio de experiências sobre as melhores práticas de investimentos. “Vamos discutir e compartilhar experiências no colegiado de coordenadores e também nas comissões regionais sobre as experiências das associadas relacionadas ao processo de investimentos”, aponta o Secretário Executivo. Será incentivada a participação das associadas nas comissões regionais para compartilhar casos de montagem de carteiras, métricas utilizadas, estrutura de diversificação, entre outras experiências.

O segundo eixo tem a ver com as soluções de estratégias e produtos e deverá enfocar em questões, como por exemplo, o conceito de data alvo (ciclo de vida). Neste tipo de modelo ocorre a mudança automática nas alocações. “O ciclo de vida é um exemplo de produto que podemos discutir. É um caso que temos na Previ”, comenta Marcelo Wagner, que também é Diretor de Investimentos da Previ. Outro exemplo que pode ser enfocado neste eixo é o de estratégias e soluções de acumulação e desacumulação.

O terceiro e último eixo visa discutir a questão da regulação do setor com o enfoque da solvência. Serão debatidos aspectos da solvência, questões atuariais, ALM (Asset Liability Management), entre outros. A comissão pretende atuar no sentido de gerar propostas para aperfeiçoar a regulação que rege a gestão dos ativos das entidades fechadas sem desviar o olhar sobre a manutenção das solvência dos planos.

Além das experiências das associadas, os coordenadores da CT de Investimentos pretendem convidar consultorias externas para realizar apresentações e debates junto ao colegiado. “Pretendemos trazer consultores de fora, que muitas vezes prestam serviços de maior valor. Acreditamos que temos uma importante organização na Abrapp que permite a geração de valor para as associadas”, comenta Marcelo Wagner. Confira abaixo a estrutura da CT de Investimentos e os responsáveis para cada um dos eixos.

Comissão Técnica de Investimentos da Abrapp

Diretor Responsável: Sérgio Wilson Fontes (Real Grandeza)

Secretário Executivo: Marcelo Otávio Wagner (Previ)

Eixos:

• Produtos: Gustavo Campos Otoni (Centrus) e Édner Bitencourt Castilho (Vivest)

• Processos: Nayara Ferreira de Queiroz (Desban), Édner Bitencourt Castilho (Vivest) e Cleiton Oliveira Pires (Neos)

• Solvência, regulação: Carlos Renato Salami (Isbre) e Alexandre Mathias (Petros)

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.

Shares
Share This