Escolha uma Página
Fundação Atlântico lança Plano Família em evento online com participação da Abrapp

Fundação Atlântico lança Plano Família em evento online com participação da Abrapp

A Fundação Atlântico lançou nesta segunda-feira, 25 de janeiro, seu Plano Família, que conta com a Abrapp e a própria fundação como instituidores. O evento de lançamento ocorreu em formato virtual e contou com a participação do Diretor Presidente da Abrapp, Luis Ricardo Martins, e do Superintendente Geral, Devanir Silva. 

Na abertura do evento, o Presidente da Fundação Atlântico, Fernando Pimentel, destacou grande satisfação ao apresentar o Plano Família Atlântico. “Primeiro por possibilitar que nossos participantes e assistidos possam estender a mão da proteção previdencial aos seus parentes”, disse. “Em segundo lugar, estamos também cumprindo uma meta estabelecida pelo nosso Conselho Deliberativo, e assim concluímos mais uma visão de perenidade da nossa fundação”, acrescentou Pimentel, agradecendo à Diretoria e colaboradores da entidade, além do apoio de patrocinadores e conselhos.

Pimentel destacou ainda a parceria da Abrapp para amplitude da abrangência do plano, que descreveu como sendo moderno, econômico e que terá um portal próprio, digital, onde os participantes poderão obter as informações e instruções necessárias para adesão. 

Destacando os 43 anos de história de solidez do sistema de previdência complementar fechada, que paga R$ 70 milhões em benefícios por ano aos seus aposentados e assistidos, Luís Ricardo parabenizou a Fundação Atlântico e os envolvidos no projeto do Plano Família. “O nosso segmento está entre os melhores do mundo, é referência internacional, totalmente profissionalizado, certificando dirigentes. Não tem espaço para amador”, disse.

Luís Ricardo ressaltou que é o momento do sistema de ampliar seu protagonismo, e o Plano Família é um exemplo disso. “É uma semente que a gente plantou, permitindo que a Abrapp, como o Plano Setorial, atendesse às suas associadas”, destacou. Hoje o sistema conta com 72 planos em estudo, em aprovação e operando, sendo 20 em pleno funcionamento, com 27 mil participantes protegidos, acumulando R$ 210 milhões em patrimônio. A projeção da Abrapp para 2022 é que mais de 120 Planos Família estejam em funcionamento, com 500 mil pessoas protegidas e mais de R$ 2 bilhões em reservas dentro do Plano Setorial Abrapp.

Reinvenção – Diante desse processo de reinvenção do sistema voltado para o fomento, Devanir Silva destacou a iniciativa de visão moderna da Fundação Atlântico, enfatizando o histórico de sucesso da previdência complementar fechada como um sistema maduro e com um arcabouço legal bem estruturado. “O Brasil pratica hoje uma previdência complementar moderna, fundamentada em uma base sólida, o que dá muita segurança”, disse. 

Para Devanir, o Plano Família da Fundação Atlântico dá oportunidade a novos participantes serem incluídos em um sistema vitorioso. “É um grande passo, certamente no futuro muita gente vai agradecer essa oportunidade de participar de um sistema tão forte e vitorioso”.

Oportunidade – Também esteve presente no evento o Diretor de Gente e Gestão da Oi, Marcos Aurélio Freire Mendes, representando a patrocinadora da fundação, que ressaltou a oportunidade que o Plano Família leva à empresa de oferecer bem-estar para seus funcionários. “Vemos isso com muitos bons olhos, uma oportunidade de cuidado com nossos colaboradores, ex-colaboradores e respectivos dependentes”, destacou.

O Presidente do Conselho Deliberativo da Fundação Atlântico, Marcelo Ferreira, reiterou que a previdência pública não será o suficiente para garantir o futuro das pessoas, colocando em destaque a importância da criação desse plano para garantir proteção social. “Quanto mais cedo se iniciar a construção dessa poupança de longo prazo, melhor será a tranquilidade das pessoas no futuro”. 

Ferreira destacou que o Plano Família abre possibilidade para que os colaboradores da Oi possam fazer planos para seus parentes com uma taxa de administração bastante competitiva, com diferentes opções de perfis de investimento e com a possibilidade de contratação de seguro de vida. “É uma ótima oportunidade para nossos colaboradores pensarem no futuro de seus familiares”.

Marcio de Araújo Faria, Diretor de Investimentos; e Evandro Couceiro, Diretor de Seguridade da entidade, também estavam presentes no evento.

Novo Código de Autorregulação em Investimentos será lançado hoje às 18h15 e já tem primeira adesão

Novo Código de Autorregulação em Investimentos será lançado hoje às 18h15 e já tem primeira adesão

A edição 2020 do Código de Autorregulação em Governança de Investimentos será lançada nesta quarta-feira (18), às 18h15, no Estande do Sindapp. O estande está localizado no Espaço Institucional do 41º Congresso Brasileiro de Previdência Privada.

E já há motivos para comemorar: a Centrus foi a primeira entidade a solicitar a adesão à nova edição do Código de Autorregulação. Essa iniciativa é carregada de simbolismo: a Centrus foi primeira EFPC a aderir ao Código de Autorregulação em Governança de Investimentos, logo após o lançamento da primeira edição, em 2016, e também a primeira entidade certificada com o Selo de Autorregulação, em 2017.

Resposta à sociedade – Idealizador do programa de Autorregulação, José Luiz Rauen, Vice-Presidente do Sindapp e Coordenador da Comissão Mista de Autorregulação, lembra que a caminhada da Autorregulação teve início há 7 anos, a partir de uma ideia proposta no âmbito do Sindicato e abraçada também por Abrapp e ICSS.

Ele nota que o programa foi uma reação do sistema para mostrar seu compromisso com as melhores práticas, em um momento em que notícias negativas, relacionadas a casos pontuais, ganhavam as manchetes. “Precisávamos dar uma resposta para a sociedade brasileira e dizer que o sistema estava reagindo a uma tentativa de destruição. E qual foi a reação? A apresentação à sociedade brasileira de um Código de Autorregulação em Governança de Investimentos, por isso esse foi o primeiro Código”.

Rauen explica a edição do 2020 contempla as atualizações normativas que surgiram desde 2016 e seu conteúdo também incentiva a adoção aos princípios ESGI. O novo formato também foi alinhado ao do Código mais recente, de Governança Corporativa, contemplando o Manual em seu corpo.

“Nossa intenção é convidar as EFPC que ainda não aderiram ao Código ou solicitaram o Selo de Autorregulação para que entrem nesse processo. É muito importante para os nossos participantes, patrocinadores, instituidores e para que possamos mostrar à sociedade que somos de fato uma indústria muito bem organizada e temos uma estrutura de Autorregulação forte e entidades com seus processos certificados”, ressalta Rauen.

Após solicitar adesão ao novo Código, a EFPC terá o prazo de 1 ano para solicitar o Selo de Autorregulação em Governança de Investimentos. A adesão ao Código também implicará na adesão ao Código de Princípios Éticos e de Condutas para o Regime Fechado de Previdência Complementar.

Para participar da cerimônia de lançamento e saber mais detalhes, clique na opção “Apresentação/Palestra” disponível no menu inferior do Estande do Sindapp .

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.