Escolha uma Página

Giro das Associadas: Serpros, Celos, Prevcom e Funpresp-Exe

Serpros publica novo regulamento Interno e Código de Conduta e Ética – O Serpros publicou no início de fevereiro seu novo Regulamento Interno do Serpros, bem como as novas versões dos Regimentos do Comitê de Ética e do Comitê de Aplicações, além do Código de Conduta e Ética. Citando a importância do Código de Condutas Recomendadas para o Regime Fechado de Previdência Complementar, publicado pela Abrapp, a Diretora-Presidente, Ana Costi, lemba que o Serpros já havia implementado, desde 2019, o seu Código de Ética e Conduta, que em sua nova versão passa a ser chamado Código de Conduta e Ética.

A Diretoria Executiva do Serpros se reuniu com os empregados em uma live destacando esses ajustes realizados para fazer face a novas exigências e processos. “Como defendido pelos membros da Comissão de Ética da Abrapp, que elaboraram a nova edição do Código, pressupõe-se que todos que trabalham em previdência complementar tenham ética, é um requisito básico. Já a conduta passa por outros aspectos. O mundo está mudando muito rápido, com isso, condutas que antes não eram consideradas ou aceitas, hoje são – como é o caso do trabalho remoto”, afirmou a Diretora Presidente do Serpros, Ana Costi, durante a live.

Ela informou que a entidade segue o prazo para o encerramento do exercício e a prestação de contas aos conselhos, à patrocinadora e à Previc de tudo o que foi realizado em 2020. “Estamos muito satisfeitos e seguros, porque os resultados foram muito positivos, apesar de todas as dificuldades que todos nós vivemos”, reforça. O Diretor de Seguridade e de Administração, Carlos Luiz de Oliveira, também falou sobre os resultados: “Sobrevivemos a um ano de muita luta … e uma coisa muito importante foi o desempenho que tivemos com os investimentos, principalmente no PS-I“, ressaltou. Já o Diretor de Investimentos, Sérgio Vieira, declarou que a entidade entregou um belo resultado em 2020.

Além disso, o Plano de Continuidade de Negócios do Serpros, colocado em prática logo no início da pandemia, em março de 2020, instituiu o regime de trabalho remoto aos empregados do Rio de Janeiro e de Brasília. Segundo a entidade, muitos os estudos afirmam que o home office veio para ficar e pode trazer benefícios às empresas e aos seus funcionários.

Para manter a qualidade de vida de seus funcionários diante dessa situação adversa,a o Serpros implantou o Programa Qualidade de Vida, por meio do qual são realizados encontros virtuais com especialistas em saúde mental, ergonomia, saúde bucal, dentre outras áreas. Também ocorrem happy hours virtuais e tradicionais eventos adaptados ao digital.

 

Celos pagou R$ 185 milhões em benefícios em 2020 – Em 2020, a Fundação Celesc de Seguridade Social (Celos) concedeu 412 novas aposentadorias e 64 novas pensões. Ao todo, foram mais de R$ 185 milhões pagos em benefícios. Em relação aos planos de saúde, foram mais de 210 mil consultas, 856 mil exames complementares, 4 mil internações e 117 mil procedimentos odontológicos. O montante dos recursos aplicados nesses serviços somou R$ 142,5 milhões.

“Mesmo em um ano atípico, muito difícil, a Celos manteve a qualidade em todos os seus serviços e com uma rentabilidade positiva em seus planos Misto e Transitório”, diz a Presidente da entidade, Vanessa Evangelista Ramos Rothermel, em comunicado.

 

Prevcom realiza palestra virtual sobre Covid-19 – A Fundação de Previdência do Estado de São Paulo (Prevcom) realizará uma live nesta próxima sexta-feira, 5 de fevereiro, às 11h com o médico fisiatra Renato Silva Martins, que atua na linha de frente do combate à doença no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC).

Na palestra virtual, os colaboradores da Prevcom poderão tomar contato com a situação da crise sanitária que afeta o mundo e tirar dúvidas com um profissional envolvido diretamente no trabalho diário de tratamento destes pacientes em uma das maiores instituições hospitalares do país.

 

Funpresp-Exe reduz juros de empréstimo consignado em até 42% – A Funpresp-Exe alterou a metodologia de cálculo das taxas de juros cobradas nos empréstimos consignados e, com isso, as taxas caíram em até 42%. O percentual médio cobrado pela fundação nesse tipo de operação é de 0,85%. A mudança metodológica foi aprovada pela Diretoria Executiva da Fundação na terça-feira, dia 2 de fevereiro.

A Diretoria aprovou também a extensão do prazo máximo de contrato para 96 meses, que até então era de 72 meses. A entidade informa que em breve a mudança estará disponível aos participantes, pois ainda são necessários alguns ajustes no sistema para que seja implementada.

Setorial Abrapp: Celos tem plano família aprovado pela Previc

Setorial Abrapp: Celos tem plano família aprovado pela Previc

A Fundação Celesc (Celos) teve o novo plano voltado aos familiares de participantes aprovado pela Previc. A aprovação foi assinada com data de 22 de janeiro e foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 1 de fevereiro. Denominado Celos Família, o plano utiliza o modelo do fundo que tem a Abrapp como instituidor setorial.

O projeto para a criação do novo plano surgiu a partir do planejamento estratégico da entidade definido em 2019. “Verificamos a necessidade de expandir nossa atuação com o lançamento de novos produtos para atrair novos participantes. Foi uma orientação definida para garantir a sustentabilidade da fundação ao longo do tempo”, explica Márcio Santos Dominato, Gerente Previdenciário da Celos.

Atualmente, a Celos possui apenas um patrocinador principal, que é a Celesc, e conta com cerca de 9,3 mil participantes. “Vimos que precisamos ampliar o número de participantes com o objetivo de oxigenar os planos e reduzir os custos”, comenta o Gerente. Daí surgiu a proposta de se lançar um plano para permitir a participação de familiares dos participantes.

O Celos Família tem previsão de abrir as adesões ainda no primeiro semestre de 2020. A data exata ainda não foi definida, pois ainda depende da aprovação de algumas alterações do estatuto da entidade, que estão sob análise da Previc. As mudanças estão relacionadas com a adaptação da estrutura de governança da fundação para permitir a representação do novo grupo de participantes nos órgãos de governança.

Setorial Abrapp – A Celos escolheu o modelo do fundo setorial Abrapp para o desenho e viabilização do novo plano. A opção, segundo o Gerente da Celos, foi devido às facilidades documentais e ao apoio para a criação do plano. “A escolha do fundo setorial sem dúvida foi um facilitador para viabilizar o projeto. Contamos com apoio de uma equipe que já possui know how e todo o modelo de documentação pronto”, diz Márcio Dominato.

A aprovação na Previc também ocorreu em pouco tempo, sem problemas. O modelo escolhido foi o padrão CD5, que corresponde ao que se denomina PrevSonho. Trata-se de um plano de contribuição definida puro, com possibilidade de acesso a renda temporárias. A meta para o Celos Família, é que alcance o número de 500 adesões após seis meses de funcionamento.

Rentabilidade 2020 – Apesar do ano atípico e extremamente desafiador, a Celos fechou o ano passado com rentabilidade positiva. O Plano Misto fechou dezembro com alta de 2,04% diante da meta atuarial de 1,29%, encerrando 2020 acima da meta: 11,15% diante de 9,42%. Já o Plano Transitório fechou o último mês de 2020 com alta de 1,96% para uma meta atuarial de 1,29%, obtendo retorno anual de 8,11% diante de 9,42% projetados. O resultado não superou a meta atuarial, mas correspondeu a 294% do CDI.

O Diretor Administrativo e Financeiro, Henri Machado Claudino, salienta que os novos cenários foram avaliados diariamente, com tomadas de decisões rápidas. “Os resultados demonstram, ainda, que a carteira de investimentos constituída nos últimos anos estava preparada para momentos atípicos”, diz o diretor.

Giro das Associadas: BB Previdência, Celos e Prevcom

BB Previdência tem novo Diretor Financeiro e de Investimentos – Gustavo Garcia Lellis assumiu a Diretoria Financeiro e de Investimentos da BB Previdência. Com sólida experiência no mercado e mais de 28 anos no Banco do Brasil, Lellis ocupava o cargo de Executivo da Diretoria de Suprimentos, Infraestrutura e Patrimônio (Disec) e atuava como Conselheiro Indicado pelo Banco do Brasil no Comitê BVEP de Assessoramento ao Conselho de Administração do BVEP – BV Empreendimentos e Participações S/A nas decisões de investimentos em empreendimentos imobiliários.

O novo diretor assume a vaga deixada por Adriana Teixeira, que se aposentou. Segundo a entidade, Lellis passa a fazer parte da Diretoria Executiva da BB Previdência em um momento de transformações na entidade. Desde a adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e à Resolução nº 32 do Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC), Lellis auxiliará a BB Previdência tanto no processo de transformação digital quanto na política de investimentos frente ao cenário de oscilações de mercado de 2020.

 

Celos inicia processo de venda de carteira de FIPs e créditos em default – A Fundação Celesc de Seguridade Social – Celos está realizando dois processos competitivos para a venda de cotas de Fundos de Participação – FIPs; e Créditos Privados em default – execução judicial. Os processos visam otimizar a carteira da fundação, abrindo espaço para investimentos em ativos que tragam maior retorno para a entidade.

A Celos informa que já mapeou algumas empresas especializadas nestes dois segmentos e enviará carta convite para verificar interesse em participar do processo. Caso mais alguma empresa especializada nestes segmentos tenha interesse em participar de um dos processos, o interessado deverá requerer ao e-mail dvgi@celos.com.br sua inclusão até a data de 15/01/2021.

 

Política de Investimento da Prevcom estabelece diretrizes e metas de retorno para 2021 – A Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom) definiu as diretrizes e os parâmetros que devem regular a gestão dos recursos dos planos de benefícios administrados pela entidade. Os procedimentos, critérios, projeções macroeconômicas e metas de retorno, entre outros itens, constam da Política de Investimento aprovada pela instituição que permanecerá em vigor de janeiro a dezembro de 2021.

O documento está disponível no site da entidade e contém os princípios e normas que irão nortear as ações que serão desenvolvidas durante este período, balizando as decisões de conselheiros, diretores, administradores fiduciários, gestores de carteiras e órgãos de regulação e supervisão. O objetivo geral de rentabilidade da Prevcom permanece fixado no correspondente à variação do IPCA mais 4%.

Giro das Associadas: Infraprev, Serpros e Celos

Infraprev empossa nova Diretora de Administração e Finanças – O Infraprev concluiu o processo seletivo realizado para selecionar no mercado sua Diretora de Administração e Finanças. Daniela Melo assumiu o cargo no dia 29 de Outubro. Até então, a Diretoria vinha sendo acumulada pela Diretora Superintendente da entidade, Juliana Koehler.

Realizado por uma consultoria especializada em recursos humanos, o processo de seleção teve início em julho e seguiu a Política de Sucessão Interna em vigor desde 2017. Graduada em economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Daniela Melo tem também MBA Executivo em Finanças pelo Ibmec. A diretora acumula 23 anos de experiência nas áreas financeira e de investimentos em fundos de pensão de grandes empresas multinacionais (como a Vale, IBM e Grupo Enel), incluindo a atuação como Administrador Estatutário Tecnicamente Qualificado (AETQ). Ela é membro da Comissão Técnica Regional de Investimentos da Abrapp e certificada pela Anbima (CPA-20). Seu mandato seguirá até 17 de julho de 2023.

Com a chegada de Daniela, a Diretoria do Infraprev volta a ser composta somente por mulheres, como na gestão anterior. Ao lado de Juliana e Daniela, Ana Lúcia Esteves comanda a Diretoria de Benefícios.

 

Serpros realiza série de lives sobre aposentadoria – “Vou aderir ao PDV. E agora?” é o nome da série de lives que a equipe do Serpros preparou aos participantes que aderiram ao Plano de Desligamento Voluntário (PDV), oferecido pelo Serpro em 2020, e planejam se aposentar em breve. Os primeiros vídeos estão disponíveis no site e no canal no YouTube do entidade.

Os eventos virtuais aconteceram nos dias 3, 4 e 5 de novembro e reuniram centenas de participantes, que enviaram suas dúvidas pelo chat para serem respondidas ao vivo pelo Gerente de Benefícios e Atuarial, Orlando Orofino. As perguntas que não foram respondidas ao vivo permanecem em análise com os nossos consultores para serem respondidas por e-mail.

 

Celos lança consulta para versão 15 do regulamento do Plano Misto – A Fundação Celesc de Seguridade Social (Celos) está promovendo consulta para aprovação da Alteração do Regulamento do Plano Misto de Benefícios Previdenciários – Versão 15. O material foi elaborado a partir de demandas advindas dos próprios participantes e do Conselho Deliberativo, com ajustes para melhor compreensão textual, além de ajustes operacionais.

Os Participantes podem acessar o material no site da Celos e fazer observações e sugestões até 11 de dezembro. Dentre os destaques do novo regulamento está a inclusão da possibilidade de inscrições no Plano por meio eletrônico, assim como a previsão de exclusão dos participantes que estiverem inadimplentes por 3 meses consecutivos com as suas contribuições previdenciárias, alterando o texto que previa somente as contribuições normais.

Outra novidade é a possibilidade de antecipação provisória da pensão por morte, em valor equivalente a 50% do benefício definitivo por um período de, no máximo, 3 meses. As regras estão detalhadas no documento. O regulamento prevê também que o assistido, desde que inscrito na Versão 14, realize contribuição voluntária, de caráter mensal e/ou esporádica, não obrigatória, destinada exclusivamente a sua CIAP (Conta Individual de Aposentadoria). O propósito é estimular a poupança previdenciária, permitindo o depósito de recursos advindos de programas de desligamento voluntário das patrocinadoras, mesmo após a opção pela aposentadoria.

Giro das Associadas: Serpros, Funpresp-Jud e Celos

Serpros divulga vídeo com orientações para futuros aposentados – Em vídeo do Canal Direto com a Diretoria, os diretores do Serpros, Ana Costi, Carlos Luiz e Sérgio Vieira auxiliam os futuros aposentados a tomarem as melhores decisões sobre o seu benefício. “Estamos aqui para colocar toda a casa, todo o Serpros, toda a nossa equipe à disposição para os esclarecimentos necessários para que você tome a melhor decisão que vá lhe trazer felicidade”, informa a Presidente do Serpros, Ana Costi.

Para aqueles que vão se desligar e estão elegíveis a se aposentar pelo Serpros, a página Aposente-se com Segurança contempla todas as informações necessárias para que o futuro aposentado solicite o seu benefício ou instituto no PS-I ou no PS-II.Na página especial também está publicado o e-book Serpros esclarece – Aposentadoria com orientações para quem vai aderir ao PDV.

Funpresp-Jud lança série no Youtube sobre LGPD – A Funpresp-Jud lançou em seu canal no YouTube uma série sobre a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Durante cinco episódios serão destacados alguns pontos importantes para os participantes do plano JusMP-Prev e para a população em geral, como os objetivos da lei; os princípios que devem ser observados nas atividades de tratamento de dados pessoais, os conceitos de tratamento e operação de dados, quem são os agentes de tratamento de dados, direitos e consentimento do titular, dentre outros temas.

Durante a série também será possível saber como a Funpresp-Jud administra os dados dos participantes e conhecer algumas ações que foram realizadas pela Fundação para garantir o cumprimento da lei. Os episódios serão postados até o dia 19 de novembro, sempre às quintas-feiras, às 16 horas.

 

Planos da Celos têm resultado acumulado positivo em 2020 – Apesar da performance negativa dos planos da Fundação Celos no mês de setembro, com rentabilidade de -0,84% do Plano Misto e -1,00% do Plano Transitório, o resultado acumulado de 2020 continua positivo. No acumulado, o Plano Misto rentabilizou o equivalente a 220% do CDI no ano, enquanto que o Plano Transitório rentabilizou o equivalente a 142% do CDI no mesmo período.

Em setembro, além do desempenho negativo da bolsa de valores e dos títulos públicos marcados a mercado, com reflexo em todo o mercado, os planos foram impactados por uma decisão arbitral envolvendo o FIP Brasil Equity Properties (antigo FIP GEP), investido pela Celos em 2008, e em processo de liquidação. Esse era o maior passivo/risco do FIP. O impacto desta decisão arbitral foi em cerca de R$ 30 milhões, e segundo a fundação, já há encaminhamento pela busca de reparação para este dano, incluindo seu antigo gestor e administrador.

Em contrapartida, houve outra decisão arbitral favorável ao FIP, com impacto positivo previsto para os próximos meses. O direcionamento para este segmento continua sendo de redução, sendo que, em dezembro de 2013, a classe de FIPs representava cerca de 20% das carteiras dos planos Misto e Transitório e atualmente essa classe representa cerca de 9%. Este movimento, junto com a busca por novos investimentos em fundos imobiliários e no exterior, vai em linha com uma maior diversificação e mitigação de risco da carteira de investimentos da entidade.

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.