Escolha uma Página

Giro das Associadas: Prevcom, Funpresp-Exe e Petros

Investimentos no exterior impulsionam rentabilidade da Prevcom em janeiro – A carteira de investimentos da Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom) rendeu 0,64% em janeiro e superou o objetivo de IPCA + 4%, calculado em 0,58%. O resultado foi puxado pelos investimentos no exterior, segundo a entidade, sustentando a rentabilidade em um período em que o mercado doméstico passou a refletir incertezas relacionadas a questões fiscais, ao aparecimento de novas variantes do coronavírus e ao lockdown em vários países europeus.

“Estamos muito satisfeitos com os investimentos no exterior mesmo porque os melhores retornos vieram destas aplicações”, afirma o Presidente da Prevcom, Carlos Henrique Flory, em comunicado. A alternativa associada à alocação de capital em fundos estruturados compõem as linhas selecionadas para alavancar os ganhos dos planos de previdência complementar administrados pela fundação, que detém ainda um estoque de Notas do Tesouro Nacional-B, marcado na curva, que rende em média IPCA + 6%, com vencimentos até 2050. O pacote de títulos cumpre a função de defender a performance contra possíveis retrações e turbulências de curto prazo.

O desempenho mensal da entidade manteve sua consistência, apesar da instabilidade que fez a Bolsa de Valores recuar -3,32%. No comparativo em 12 meses, os recursos aplicados renderam 8,47%, próximo do alvo de 9%. O patrimônio da entidade alcançou o total de R$ 1,8 bilhão, sendo 75% investidos em renda fixa, 13% em multimercado, 7% em renda variável e 5% no exterior.

 

Funpresp-Exe lança consultora virtual – A Funpresp-Exe lançou a Vic, a consultora virtual de previdência complementar da fundação. O sistema de chatbot integra o conjunto de canais de atendimento da entidade. Disponível 24h por dia, sete dias por semana, a Vic possui um banco de mais de mil respostas para diferentes questionamentos. Até o momento, seu índice de exatidão nas respostas é de 67%. Quanto mais interação ela tiver, mais inteligente fica, o que significa que o sistema está em constante aprendizado e é aperfeiçoado permanentemente ao longo do tempo.

“A Vic agiliza o solucionamento de dúvidas e ajuda o participante de forma mais rápida e fácil. Com ela, estamos alinhados com o que o mercado tem de mais moderno em termos de atendimento e prestação de informações”, afirma a Coordenadora de Relacionamento e Atendimento da Funpresp-Exe, Sandi Gutierrez.

 

Conselho Deliberativo da Petros aprova regulamento das eleições deste ano – O Conselho Deliberativo da Petros aprovou o regulamento das eleições deste ano que vão definir uma dupla de titular e suplente para representar os participantes ativos e assistidos no Conselho e outra, também de titular e suplente, para o Conselho Fiscal. As duas duplas serão compostas por ativos dos planos administrados pela entidade e serão eleitas em pleito que contará com a participação de todos os inscritos nos planos até 28 de fevereiro de 2021.

Com a aprovação do regulamento, o próximo passo é a formação da Comissão Eleitoral, que contará com oito integrantes, sendo quatro indicados pela Petros e quatro representantes dos maiores sindicatos ou associações de participantes.

Giro das Associadas: Funpresp-Jud, Fapes e Eletros

Funpresp-Jud publica Política de Prevenção à Lavagem de Dinheiro – A Funpresp-Jud publicou sua Política de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo, elaborada em atendimento ao disposto na Instrução Previc nº 34, de 28 de outubro de 2020. Proposta pela Diretoria Executiva e aprovada pelo Conselho Deliberativo realizada em 10 de fevereiro de 2021, ela estabelece princípios e diretrizes para a implementação de procedimentos e controles internos a serem adotadas pela entidade

O documento trata as definições que devem ser observadas, tais como: lavagem de dinheiro, financiamento do terrorismo, operações e situações suspeitas, clientes e pessoa exposta politicamente; e define os papéis e responsabilidades para o cumprimento das obrigações.

A Política está publicada no site da fundação e será entregue aos seus empregados, parceiros e prestadores de serviço. Também será observado o tema prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo no plano de capacitação anual da equipe e conselheiros da Funpresp-Jud.

 

Fapes encerra 2020 com rentabilidade estimada em 5,9% – A rentabilidade da Fapes em 2020 está estimada em 5,9%. Segundo a entidade, a estratégia de diversificação da carteira de investimentos permitiu encerrar o ano positivamente, mesmo com toda a volatilidade do mercado financeiro. O desempenho, contudo, foi insuficiente para alcançar a meta atuarial projetada em 9,6%. Para adequar a meta atuarial à realidade do mercado, o Conselho Deliberativo decidiu por uma nova redução para 2021.

A Fapes investiu 10% da carteira em ativos no exterior, no limite do percentual permitido pela legislação. “As alocações foram feitas no início do ano e assim capturamos todo o movimento de valorização do dólar. A rentabilidade de nossa carteira no exterior foi de 52,3%”, afirma o Diretor de Investimentos, André Loureiro. Ao longo do ano, a fundação reforçou a liquidez para contornar impactos de curto prazo e selecionou novos gestores de fundos de ações, multimercado e de crédito privado, focados em obter rendimentos acima da média do mercado com horizonte de longo prazo.

Como parte do processo de diversificação, foi vendido um galpão considerado obsoleto e de alto custo, substituído por um fundo imobiliário com atuação mais ampla. A Fapes também aprovou uma estratégia de proteção de risco de cauda (tail risk), que visa reduzir a volatilidade da carteira em casos de crises como a vivenciada em função da pandemia.

 

Eletros lança plataforma de treinamento e capacitação – A Eletros lançou um Sistema de Gestão da Aprendizagem voltado para capacitação e treinamentos, o Eletros Transformar. Na plataforma, são disponibilizados cursos, treinamentos e palestras. A plataforma conta com o mecanismo de gamificação, visando aumentar o engajamento dos empregados com o sistema por meio de recompensas e marcos de conquistas.

Os cursos disponíveis no Eletros Transformar contam com certificados e os treinamentos com mais de 4 horas geram créditos no Programa de Educação Continuada (PEC) do ICSS. “A parceria com o ICSS é para nós um reconhecimento de que estamos no caminho certo e atesta ainda mais a importância deste projeto. A área de gestão de pessoas acredita que o aprendizado auxilia na construção de uma base sólida de gestão e conhecimento, além de introduzir conceitos e experiências que proporcionem o desenvolvimento de novas competências”, diz Simone Castelão, Gerente de Administração e Pessoal da Eletros e Coordenadora do Comitê de RH da Abrapp.

Elaine Oliveira, especialista da área de Gestão de Pessoas e responsável pela implantação do projeto, destaca que o projeto estimula os empregados a assumirem o protagonismo pelo desenvolvimento de suas carreiras. “Antes os treinamentos se resumiam basicamente a cursos presenciais, agora será possível participar de diversos cursos em uma plataforma online, utilizando diferentes ferramentas colaborativas como chats, comunidades virtuais, trabalhos em grupo e outros”.

Giro das Associadas: Previsc, BB Previdência e FIPECq

Previsc alcança R$ 1,6 bilhão em patrimônio – Após um ano atípico e cheio de desafios para os investimentos de uma forma geral, a Previsc fechou 2020 com um patrimônio de R$ 1,6 bilhão. Além disso, a média de rentabilidade entre seus planos foi de 7,19%. Segundo a entidade, o retorno foi possível pela diversificação de investimentos, além do aproveitamento de oportunidades mesmo em um cenário de crise.

“Alcançar esta marca comprova nossa credibilidade e solidez perante o mercado e demonstra o compromisso assumido com nossos participantes e patrocinadores. É o resultado de um planejamento estratégico criterioso e da gestão responsável dos fundos e carteiras”, diz a Superintendente Regidia Frantz.

O Indústriaprev, plano instituído da entidade, teve também um bom desempenho em 2020, e a entidade fechou convênio para oferecer o plano para nove empresas de Santa Catarina. A entidade, que tem aproximadamente 20 mil participantes, administra o plano de previdência de 39 patrocinadores e quatro instituidores nos segmentos da indústria, comércio e educação que estão localizados nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Piauí, Ceará, Maranhão, Pará e Amazonas, além do Distrito Federal.

 

BB Previdência conquista selo GPTW – A BB Previdência recebeu o selo Great Place tô Work, que considera a qualidade do ambiente de trabalho e da empresa. O Programa de Certificação GPTW revela o diagnóstico do clima organizacional baseado nos resultados de uma pesquisa realizada com os colaboradores da empresa. O selo é concedido às entidades que atingem 70 pontos (ou mais) nessa avaliação.

O presidente da BB Previdência, Luiz Claudio Batista, destaca o desenvolvimento de novas habilidades e rápida adaptação dos colaboradores à realidade trazida pela pandemia do novo coronavírus em 2020. “A preocupação com a saúde e a manutenção do bem-estar do time da BB Previdência foram essenciais para que continuássemos o nosso trabalho. Mesmo em esquema remoto, nossas operações não sofreram prejuízos, superamos toda a volatilidade que enfrentamos e continuamos atendendo nossos clientes, participantes e assistidos. Isso é reflexo de nossa governança e engajamento dos colaboradores, que perceberam a preocupação da empresa com todos e deram uma resposta muito positiva”.

Para a Diretora de Operações e Relacionamento com os Clientes, Eveline Susin, a certificação também é fruto da relação com as equipes. Segundo Gustavo Lellis, Diretor de Finanças e Investimentos da BB Previdência, a certificação reforça o compromisso da entidade de administrar com responsabilidade os recursos a ela confiados.

 

FIPECq registra rentabilidade positiva em 2020 – A prévia da rentabilidade dos planos de benefícios administrados pela FIPECq Previdência aponta um resultado de 8,44% no Plano de Previdência Complementar (PPC) e de 7,64% no o FIPECqPREV. Segundo a entidade, a rentabilidade dos planos ficou um pouco abaixo da meta atuarial de INPC + 4,5% a.a., dado o impacto da crise financeira em março 2020 e o crescimento inesperado da inflação (INPC) nos últimos dois meses do ano. Ainda assim, a fundação avalia que o resultado mostra a forte recuperação da carteira de investimentos, que em março chegou a apresentar uma rentabilidade negativa superior a 5%, em decorrência, sobretudo, da queda do Ibovespa em 29,90%.

“Apesar de um ano marcado na história por uma das maiores crises financeiras em nível mundial, provocada pelos efeitos da pandemia da Covid-19, o resultado merece ser comemorado, pois mostra a efetividade das medidas de prudência e gestão adotadas pela Diretoria Executiva, Conselho Deliberativo e Comitê de Investimentos durante a crise”, diz a entidade em comunicado.

Giro das Associadas: Serpros, Celos, Prevcom e Funpresp-Exe

Serpros publica novo regulamento Interno e Código de Conduta e Ética – O Serpros publicou no início de fevereiro seu novo Regulamento Interno do Serpros, bem como as novas versões dos Regimentos do Comitê de Ética e do Comitê de Aplicações, além do Código de Conduta e Ética. Citando a importância do Código de Condutas Recomendadas para o Regime Fechado de Previdência Complementar, publicado pela Abrapp, a Diretora-Presidente, Ana Costi, lemba que o Serpros já havia implementado, desde 2019, o seu Código de Ética e Conduta, que em sua nova versão passa a ser chamado Código de Conduta e Ética.

A Diretoria Executiva do Serpros se reuniu com os empregados em uma live destacando esses ajustes realizados para fazer face a novas exigências e processos. “Como defendido pelos membros da Comissão de Ética da Abrapp, que elaboraram a nova edição do Código, pressupõe-se que todos que trabalham em previdência complementar tenham ética, é um requisito básico. Já a conduta passa por outros aspectos. O mundo está mudando muito rápido, com isso, condutas que antes não eram consideradas ou aceitas, hoje são – como é o caso do trabalho remoto”, afirmou a Diretora Presidente do Serpros, Ana Costi, durante a live.

Ela informou que a entidade segue o prazo para o encerramento do exercício e a prestação de contas aos conselhos, à patrocinadora e à Previc de tudo o que foi realizado em 2020. “Estamos muito satisfeitos e seguros, porque os resultados foram muito positivos, apesar de todas as dificuldades que todos nós vivemos”, reforça. O Diretor de Seguridade e de Administração, Carlos Luiz de Oliveira, também falou sobre os resultados: “Sobrevivemos a um ano de muita luta … e uma coisa muito importante foi o desempenho que tivemos com os investimentos, principalmente no PS-I“, ressaltou. Já o Diretor de Investimentos, Sérgio Vieira, declarou que a entidade entregou um belo resultado em 2020.

Além disso, o Plano de Continuidade de Negócios do Serpros, colocado em prática logo no início da pandemia, em março de 2020, instituiu o regime de trabalho remoto aos empregados do Rio de Janeiro e de Brasília. Segundo a entidade, muitos os estudos afirmam que o home office veio para ficar e pode trazer benefícios às empresas e aos seus funcionários.

Para manter a qualidade de vida de seus funcionários diante dessa situação adversa,a o Serpros implantou o Programa Qualidade de Vida, por meio do qual são realizados encontros virtuais com especialistas em saúde mental, ergonomia, saúde bucal, dentre outras áreas. Também ocorrem happy hours virtuais e tradicionais eventos adaptados ao digital.

 

Celos pagou R$ 185 milhões em benefícios em 2020 – Em 2020, a Fundação Celesc de Seguridade Social (Celos) concedeu 412 novas aposentadorias e 64 novas pensões. Ao todo, foram mais de R$ 185 milhões pagos em benefícios. Em relação aos planos de saúde, foram mais de 210 mil consultas, 856 mil exames complementares, 4 mil internações e 117 mil procedimentos odontológicos. O montante dos recursos aplicados nesses serviços somou R$ 142,5 milhões.

“Mesmo em um ano atípico, muito difícil, a Celos manteve a qualidade em todos os seus serviços e com uma rentabilidade positiva em seus planos Misto e Transitório”, diz a Presidente da entidade, Vanessa Evangelista Ramos Rothermel, em comunicado.

 

Prevcom realiza palestra virtual sobre Covid-19 – A Fundação de Previdência do Estado de São Paulo (Prevcom) realizará uma live nesta próxima sexta-feira, 5 de fevereiro, às 11h com o médico fisiatra Renato Silva Martins, que atua na linha de frente do combate à doença no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC).

Na palestra virtual, os colaboradores da Prevcom poderão tomar contato com a situação da crise sanitária que afeta o mundo e tirar dúvidas com um profissional envolvido diretamente no trabalho diário de tratamento destes pacientes em uma das maiores instituições hospitalares do país.

 

Funpresp-Exe reduz juros de empréstimo consignado em até 42% – A Funpresp-Exe alterou a metodologia de cálculo das taxas de juros cobradas nos empréstimos consignados e, com isso, as taxas caíram em até 42%. O percentual médio cobrado pela fundação nesse tipo de operação é de 0,85%. A mudança metodológica foi aprovada pela Diretoria Executiva da Fundação na terça-feira, dia 2 de fevereiro.

A Diretoria aprovou também a extensão do prazo máximo de contrato para 96 meses, que até então era de 72 meses. A entidade informa que em breve a mudança estará disponível aos participantes, pois ainda são necessários alguns ajustes no sistema para que seja implementada.

Giro das Associadas: Funcef, Libertas e Cibrius

Funcef fica no Top 5 Anual de projeções econômicas do Banco Central – A Funcef entrou no Top 5 de 2020 da Pesquisa Focus do Banco Central, ranking que aponta as instituições com maior índice de acerto de projeções macroeconômicas no período.

A Fundação obteve o quinto lugar na categoria inflação de longo prazo medida pelo IPCA. A pesquisa Focus divulga semanalmente as expectativas de cerca de 140 instituições sobre inflação, taxa de câmbio e taxa Selic no curto, médio e longo prazos. Além dos principais fundos de pensão do país, a lista inclui bancos, gestores de recursos, seguradoras, distribuidoras e corretoras, consultorias e outras empresas não-financeiras.

O ranking anual de longo prazo considerou a precisão das projeções informadas em cada um dos 12 meses do ano para o indicador anual referente a 2020. “Estas projeções são premissas fundamentais para a definição da política de investimentos da Funcef. Isso significa que a fundação tomou decisões estratégicas de alocações de recursos com estimativas aderentes à realidade”, explica o Presidente da entidade, Renato Villela.

 

Libertas lança novo Código de Conduta e Ética – A Libertas lançou a nova edição do Código de Conduta e Ética em um evento online interno com a participação de mais de 100 colaboradores. A publicação está disponível no site da fundação.

Segundo a entidade, a revisão do Código se fez tão necessária em razão de profundas mudanças internas vividas na Libertas ao longo de 2020. Como o principal norteador de padrões de conduta e ética, o documento reflete novas crenças em transformação, valores e hábitos da Fundação. “Vamos ter o código como um princípio norteador para orientar nossas ações”, reiterou o Diretor Presidente da Libertas, Lucas Nóbrega.

Para desenvolvimento do projeto, foi contratada uma consultoria especializada com objetivo de trazer uma visão externa e oferecer uma orientação mais técnica. Durante o processo, foram reunidos todos os materiais necessários para subsidiar as novas diretrizes, entre eles o resultado da avaliação de riscos, definições do planejamento estratégico, resultados das pesquisas internas, outros normativos internos, projetos da fundação e seus objetivos, entre outros.

Sob a coordenação da gerência de compliance, participaram ativamente do projeto os membros do Comitê de Conduta e Ética e as áreas de riscos, recursos humanos e comunicação, além de membros da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo.

 

Cibrius reformula sua marca – Em comemoração aos 42 anos de experiência no mercado de fundos de pensão, o Cibrius reformulou sua logomarca, representando sua história e valores. Segundo a entidade, o novo logo parte da ideia de um “abraço”. A reformulação da teve como objetivo trazer uma modernização do símbolo original, sem fazer grandes mudanças na estrutura dos elementos que a compõem.

O novo símbolo faz também alusão ao elo de uma corrente, representando força e união. Os elementos externos, em verde e azul, trazem o sentimento de fertilidade e confiança, respectivamente. Enquanto o elemento central se encontra envolto por ambos, trazendo a ideia de segurança. “Estamos sempre pensando no avanço e melhoria da qualidade dos nossos serviços, e uma nova identidade visual contribui positivamente nesse sentido”, informou Renata Marques, Consultora de Comunicação e Relacionamento.

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.