Escolha uma Página

Giro das Associadas: Fusan, Funpresp-Jud e Serpros

Fusan participa de webinar sobre Consciência Negra – A Fusan foi uma das entidades que participou, na semana passada, do webinar “Consciência Negra e Direitos Humanos” promovido pelo Fórum de Equidade e Diversidade das Entidades Fechadas de Previdência Complementar. O encontro virtual fez parte da campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher e Consciência Negra”.

Durante o evento as entidades trataram a necessidade de promover um ambiente de trabalho que retrate a equidade. Na abertura, o Diretor-Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Martins, abordou a importância de discutir meios para que a sociedade preze pela equidade e pela valorização da diversidade.

Os palestrantes abordaram também, ao longo do webinar, a necessidade de inclusão de pessoas negras nas mais diversas esferas da sociedade, destacando que a população brasileira é composta em sua maioria por negros, porém a representatividade não é presente nas empresas privadas e em órgãos públicos.

Cláudia Trindade, Diretora-Presidente da Fusan, destacou a importância de se tratar o racismo e a equidade de gênero, não só por meio da abertura de vagas, mas promovendo também a equidade de oportunidades para todos, desde a admissão até a ascensão de carreira. 

 

Funpresp-Jud publica vídeo sobre contribuições facultativas – A Funpresp-Jud publicou um vídeo em seu canal no YouTube explicando como os participantes podem realizar contribuições facultativas esporádicas. Até o dia 22 de dezembro, o participante poderá realizar as contribuições facultativas ao plano JusMP-Prev, em valores a partir de 2,5% da remuneração de participação, livres de taxa de carregamento. O limite anual é de 12% da renda bruta anual tributável.

Para quem utiliza o modelo completo da Declaração de Imposto de Renda, as contribuições facultativas possibilitam obter o máximo de dedução no IRPF, ou seja, de até 12% sobre as contribuições facultativas, além de até 8,5% sobre as contribuições patrocinadas. Isso quer dizer que a previdência complementar pode garantir a dedução de até 20,5% no IRPF 2021. 

 

Serpros promove live da Diretoria com Presidente da Fundação Família – O Serpros realizou live com a Diretoria com a participação do presidente da Fundação Família Previdência Rodrigo Sisnandes Pereira, que também é Diretor da Abrapp. Entre os assuntos abordados esteve a privatização da CEEE e a expansão da entidade, que hoje administra 12 planos de previdência, incluindo um plano família, ainda que a maioria do patrimônio da fundação esteja concentrado no plano patrocinado da CEEE. Assista à live completa aqui

Giro das Associadas: Libertas, Fusan e Prevcom

Libertas explica funcionamento de home office – A Diretoria Executiva da Fundação Libertas anunciou, no dia 28 de setembro, a adoção do teletrabalho como regime permanente e oficial da entidade. Neste primeiro momento, para manter o distanciamento necessário e prevenir a proliferação da Covid-19, o time do Relacionamento está realizando atendimento presencial ao participante mediante agendamento prévio. Tanto o atendimento presencial como o telefônico estão funcionando de 8h às 18h.

Mesmo com o anúncio do home office permanente e com o agendamento prévio atual, o atendimento presencial integral ao participante está previsto para ser retomado a partir de março de 2021. A Libertas estuda ainda a locação de um espaço em escritório estilo ‘coworking’ em Belo Horizonte, com 30 estações para trabalho presencial. O objetivo é oferecer um modelo híbrido ao time para eventuais reuniões, apresentações, atendimento aos participantes, dentre outras atividades. Nesse contexto, 25% da equipe atuará em regime presencial.

A Libertas está avaliando também a viabilidade da prestação de serviços dentro das patrocinadoras e instituidores, com dias e horários predeterminados para atendimento. “Temos o compromisso em prestar um atendimento de excelência aos nossos participantes e beneficiários. Queremos aumentar a qualidade do atendimento em nossos diversos canais disponíveis”, diz o Diretor-Presidente, Lucas Nóbrega, em comunicado.

 

Fusan oferece curso para conselheiros – Para melhor exercício de suas funções, os conselheiros da Fusan que assumiram mandato este ano foram capacitados pela entidade por meio de um curso que proporcionou aprimoramento profissional, tratando sobre a legislação vigente e também a forma que os recursos são aplicados e administrados. Também foram apresentados os planos da entidade aos novos conselheiros. O curso foi dividido em quatro etapas, com início em junho e término em dezembro.

 

Prevcom realiza evento sobre aposentadoria na Semana ENEF – A Prevcom promoveu evento virtual por meio do programa Conta Comigo, em parceria com a DSOP Educação Financeira, abordando estratégias para alcançar uma aposentadoria tranquila. “A sustentabilidade começa dentro do nosso bolso”, afirmou o educador Alessandro Torres na palestra, que integrou as atividades da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira (ENEF) encerrada no dia 29 de novembro.

Segundo Torres, o período atípico em 2020 alterou a rotina de todos, promovendo aprendizados em relação à estabilidade financeira. Com experiência em consultoria e projetos organizacionais, o educador da DSOP considera importante agregar novos elementos aos conceitos de poupar e investir. Ele indiciou os primeiros passos para guardar recursos e investir assegurando o equilíbrio desejado na fase em que deixar a atividade laboral. De acordo com Torres, este movimento pode ser iniciado em qualquer etapa da carreira.

Cláudia Trindade destaca importância da escolha correta do gestor para o plano de previdência

Cláudia Trindade destaca importância da escolha correta do gestor para o plano de previdência

A Diretora Executiva da Abrapp e Diretora Presidente da Fundação Sanepar (Fusan), Cláudia Trindade, destacou a importância da escolha adequada de um gestor que seja transparente e que ofereça custos baixos e retornos adequados para o plano de previdência, em sua entrevista no quadro “Previdência para Todos”, do canal MyNews no YouTube. Ela foi a entrevistada pelas jornalistas Mara Luquet e Myrian Clark no programa “Almoço de Quarentena”, transmitido nesta quarta-feira, 7 de outubro. Clique aqui para assistir ao programa – a partir do minuto 34′

Mara Luquet abriu o quadro com uma série de perguntas para orientar as pessoas na escolha do plano de previdência correto. A jornalista questionou sobre o custo e o regime tributário. “É necessário entender o perfil tributário de cada um para buscar o melhor benefício”, disse.

Cláudia Trindade ressaltou a importância de se contar com uma reserva emergência, em referência a um depoimento exibido mais cedo no mesmo programa. Ela apresentou dados que 50% das pessoas no Brasil não guardam dinheiro e mais de 60% não conseguem economizar. Neste sentido, defendeu a importância da educação financeira para implantar uma cultura de poupança previdenciária.

Para aqueles que poupam, a resposta mais comum é a poupança como veículo. Em seguida, as pessoas pensam em investimentos em ações e Tesouro Direto. A opção pelos planos de previdência não aparecem como mais lembrados pelas pessoas, principalmente pelo público jovem.

Escolha – Para a escolha de um plano de previdência, Cláudia Trindade ressaltou a importância de se realizar a seleção adequada de um gestor que forneça informações transparentes e que seja acessível. Ela indicou que é importante a escolha de um gestor que tenha um papel de consultor e que tenha boa reputação.

“Em um ambiente de juros muito baixos, é ainda mais necessário contar com a gestão de uma equipe profissional, que possa promover uma diversificação adequada em uma cesta de investimentos para alcançar uma boa rentabilidade”, comentou na entrevista.

A Diretora Presidente da Fusan falou ainda dos planos família e instituídos como veículos adequados para a realização de sonhos de curto, médio e longo prazo. As entrevistadoras deram inclusive o próprio exemplo da Cláudia, que costuma fazer viagens ao exterior com longos trajetos em bicicleta. “Gosto muito de pedalar e viajar. Eu costumo fazer uma viagem de bicicleta a cada 3 anos e para isso, programo resgates parciais no meu plano. Já fiz viagens Alemanha, França e Itália”, disse. Ela comentou que é possível aliar resgates parciais com a formação de uma poupança de longo prazo para a aposentadoria.

Durante o programa, foi exibido ainda um depoimento do Engenheiro Civil Vinícius, que tem plano com a Fusan e mantinha planos de previdência para os filhos em instituição bancária. Com o lançamento do plano família pela Fusan, ele promoveu a portabilidade do plano dos filhos para a entidade fechada, por conta do custo mais baixo e do retorno mais atrativo.

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.