Escolha uma Página

Giro das Associadas: Eletros, Fusan e Infraprev

Eletros adequa Política de Prevenção à Fraudes à IN 34 – A Política de Prevenção à Fraudes da Eletros foi aprovada pelo Conselho Deliberativo da Eletros e está vigente em adequação à Instrução Normativa Previc nº 34/2020, que trata da prevenção à lavagem de dinheiro (PLD) e financiamento do terrorismo (FT).

“Em linha com a estratégia permanente de atendimento à conformidade legal, o Conselho Deliberativo da Eletros aprovou no dia 26/02/2021 a revisão da Política de Prevenção à Fraudes proposta pela Diretoria Executiva”, do comunicado da entidade.

O documento já previa as medidas necessárias para a prevenção, identificação e remediação de situações de ilícitos relacionados a fraudes, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, suborno, entre outros. “O nível de adequação à IN 34 já era elevado, no entanto o art. 3º da Instrução elenca um conjunto de exigibilidades que devem constar na política e que, no caso da Eletros, precisavam ficar mais evidentes”, diz Andre Dias, Gerente da Auditoria Interna da Eletros.

A Política será divulgada aos stakeholders da fundação e será parte integrante dos treinamentos internos a serem ministrados pela Auditoria Interna e pelo Comitê de Conduta Ética da Eletros. “A Política de Prevenção a Fraudes é um dos pilares do nosso Programa de Integridade, e somada aos demais mecanismos de prevenção e tratamento de situações de ilícitos assegura um ambiente ético na gestão dos planos de benefícios administrados pela Eletros”, o Presidente da entidade, Pedro Paulo da Cunha.

 

Fusan desenvolve aplicativo para prova de vida – A Fusan lançou o Previd, aplicativo criado internamente para a prova de vida dos aposentados e pensionistas do FusanPrev. “Para facilitar na realização da prova 100% digital, a Fusan disponibilizou um passo a passo, orientando desde a baixar o aplicativo até a finalização do processo”, diz comunicado da entidade.

 

Infraprev abre inscrições para candidatos aos Conselhos – O período para inscrições dos candidatos aos Conselhos Deliberativo e Fiscal do Infraprev termina no dia 22 de março. Podem se inscrever exclusivamente assistidos da entidade, que concorrerão a vagas de titular e suplente para os dois Conselhos. O edital de Convocação das Eleições foi publicado no Diário Oficial da União no dia 5 de março.

O processo de organização, condução e conclusão dos trabalhos será conduzido pela Comissão Eleitoral, presidida pela Diretora de Benefícios Ana Lucia Esteves, e composta por profissionais do Infraprev. O processo será acompanhado e auditado por uma empresa de auditoria independente. A votação será eletrônica a partir de 6 de abril de 2021, com término no dia 16 de abril de 2021.

Giro das Associadas: Prevdata, Funpresp-Jud e Sebrae Previdência

Aportes ao Plano CV da Prevdata em 2020 aumentam 62% – A Prevdata registrou um crescimento de 62% nos aportes ao Plano CV – Prevdata II, no ano passado, em comparação a 2019. Segundo a entidade, o fluxo é decorrente de campanhas realizadas ao longo de 2020 reforçando a importância dessas contribuições adicionais.

“Com a queda da taxa de juros, precisa haver maior esforço contributivo para alcançarmos o benefício que desejamos no futuro”, comenta Andréa Corrêa, Coordenadora de Seguridade e Empréstimo da Prevdata. “Em 2020, com a queda do valor da cota, decorrente da pandemia, os participantes aproveitaram a oportunidade para aumentar suas contas do plano, ‘comprando’ cotas mais baratas – o que evidencia, cada vez mais, o crescimento da educação previdenciária de nossos participantes”.

 

Funpresp-Jud apresenta novo Portal do Participante – A Funpresp-Jud apresenta o novo Portal do Participante, que será lançado no dia 8 de março, durante o evento evento Conexão Funpresp-Jud. O Diretor de Seguridade da Fundação, Edmilson Enedino das Chagas, o Gerente de Arrecadação e Cadastro, Giovani Alves Rocha, e o Gerente de Tecnologia e Informações, Marcus Vinícius Tinoco, serão os responsáveis pela apresentação.

O evento pretende preparar e esclarecer previamente as dúvidas dos membros e servidores dos órgãos patrocinadores que atuam como elo entre a fundação e os participantes. O novo Portal foi desenvolvido pela Gerência de Tecnologia e Informação da própria entidade, reformulado para atender às necessidades apontadas pelos participantes e representantes Funpresp-Jud na Pesquisa de Satisfação realizada no ano passado e nos canais de atendimento.

 

Sebrae Previdência analisa os impactos da queda das ações da Petrobras – Nos últimos dias, o preço das ações da Petrobras oscilou significativamente na B3. Por ser uma das opções de investimentos para a carteira do Sebrae Previdência, o Diretor de Administração e Investimentos, Victor Hohl, decidiu expor os impactos desse movimento na reserva de seus participantes. Ele explica que o Perfil Conservador do plano da entidade não permite alocação no segmento de renda variável, ou seja, não tem ações da Petrobras em sua carteira. Já os perfis Moderado e Arrojado permitem a alocação em renda variável.

Ele explica ainda que no mês de fevereiro, a entidade ficou levemente abaixo do limite de investimentos em renda variável nos dois perfis, em função dos riscos relacionados aos impactos da pandemia para economia e das incertezas fiscais. “Sendo assim, temos um impacto pequeno em relação às oscilações de preço das ações da Petrobras, pois somente uma parte do recurso total está aplicado no segmento de renda variável”, diz.

Devido à diversificação com o objetivo de não concentrar o risco, a entidade reduziu ainda mais a exposição no ativo Petrobras. “O impacto da queda das ações da Petrobras no dia 22 de fevereiro, dia em que o ativo caiu cerca de 21%, impactou pouco nosso resultado. Nesse mesmo dia, nossa carteira ainda estava positiva no mês, enquanto o Ibovespa, IFIX e IMAB estavam negativos no mês. No ano, o resultado também está positivo, também superior ao Ibovespa, IFIX e IMAB”, destaca Hohl.

Giro das Associadas: OABPrev-SC, Capef, Prevcom e Fusan

Nova Diretoria e Conselhos da OABPrev-SC tomam posse – Tomaram posse no dia 25 de janeiro os novos integrantes do Conselho Deliberativo, do Conselho Fiscal e da Diretoria Executiva da OABPrev-SC. Márcio Sachet foi eleito para o cargo de Diretor Presidente pelos próximos 3 anos, enquanto Jorge David Pacheco foi reconduzido como presidente do Conselho Deliberativo. Integram ainda a Diretoria o Diretor Administrativo e Financeiro Yuri Carioni Engelke e o Diretor de Seguridade, Luis Fabiano de Araújo Giannini.

Na oportunidade, o Presidente que deixava o cargo, Ezair Meurer Jr., foi homenageado com agradecimentos pelo empenho e envolvimento com a entidade. Foi feita menção especial à Comissão Eleitoral, liderada por Mauro Antônio Prezotto, presente durante a posse, e integrada por Vilson Mariot e Roger Andrade dos Santos, que acompanharam e legitimaram todo o processo eletivo. Foram também homenageados os funcionários, representados por Kelly Waltrick de Amorim, e os consultores, representados pelo gerente Fernando Porto, pela dedicação à entidade.

A cerimônia de posse foi realizada em formato híbrido, conduzida pelo presidente da OAB/SC, Rafael de Assis Horn, e teve a presença da Presidente da CAASC, Claudia da Silva Prudêncio; do Diretor Financeiro do Sicoob Advocacia, Marco Antônio Mendes Sbissa, e do Secretário Geral do Iasc, Harisson Araújo Almeida. Também prestigiaram a posse a Conselheira Federal da OAB-SC Sabine Mara Müller Souto e a Conselheira Estadual Caroline Terezinha Rasmussen da Silva.

 

Capef inicia Semana do Participante com retrospectiva de 2020 – Em evento promovido anualmente, a Capef presta homenagem ao Dia do Participante, e excepcionalmente em 2021 a entidade decidiu realizar a celebração em formato online, com programação própria e em conjunto com a Abrapp. A agenda, que se estende até sexta-feira (29), teve início nesta terça (26) e contou com o engajamento de 139 participantes que assistiram ao evento pelo Zoom ou canal da Capef no YouTube.

Para abrir a programação, o Diretor Presidente da Capef, Jurandir Mesquita, fez uma apresentação mostrando a retrospectiva de 2020 da Entidade, citando algumas das ações e conquistas obtidas ao longo do ano. Dentre os destaques, o dirigente mencionou: a campanha de adesão ao Plano CV I “Juntos por um Futuro Melhor”, que resultou em 120 novos inscritos ao plano; o webinar sobre a Reforma da Previdência e seus impactos na Capef; o ingresso da entidade no Instagram e Linkedin; as medidas emergenciais adotadas em virtude da pandemia, como algumas melhorias na política de EAP e elaboração de vídeos explicativos; o aniversário de 10 anos do Plano CV I; a realização de encontros e eventos on-line; a criação de novos serviços no site e aplicativo; a eleição da Ouvidoria; a conquista do Selo de Autorregulação em Governança de Investimentos; o recorde de aportes facultativos; e a superação das metas atuariais no ano e reajustes para 2021.

“Além desses excelentes resultados, uma informação importantíssima é que os planos permanecem equilibrados atuarialmente. Isso quer dizer que os recursos acumulados nos planos, mais as contribuições futuras trazidas a valor presente, na posição de 31/12, garantem o pagamento de todos os benefícios futuros previstos no regulamento”, ressaltou Jurandir.

Confira aqui a programação completa do evento.

 

Prevcom paga R$ 13 milhões em aposentadorias e pensões em 2020 – A Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom) encerrou 2020 com o total de R$ 13 milhões em pagamentos de aposentadorias e pensões. Os valores foram transferidos a 551 beneficiários vinculados à instituição que requisitaram complementação de renda mensal ou efetuaram a retirada integral do montante aplicado no sistema.

O balanço anual de benefícios pagos pela Prevcom demonstra que 448 participantes aposentados receberam R$ 9,38 milhões em parcelas adicionadas à remuneração mensal e 4 retiraram o total de R$ 50,69 mil em cota única. De acordo com a folha fechada em dezembro, a fundação transferiu R$ 1,37 milhão a 57 pensionistas que optaram por depósitos mensais e R$ 2,26 milhões em pensões a 42 beneficiários que retiraram os valores em uma única operação.

 

Fusan lança canal no Spotify – Os participantes da Fusan contam com mais um canal de comunicação com a entidade, o Spotify, podendo ficar por dentro das novidades sobre os planos através de podcasts. Além de ser gratuito, é possível baixar o áudio para acompanhar off-line de onde estiver. Acesse aqui.

Giro das Associadas: Funpresp-Jud, Serpros e Fusan

Funpresp-Jud obteve resultados acima do benchmark em dezembro – O Plano JusMP-Prev da Funpresp-Jud apresentou retorno de 3,23% em termos nominais e 1,86% em termos reais em dezembro, acima do benchmark no mês calculado em 1,71% em termos nominais e 0,36% em termos reais. Esse foi o melhor resultado mensal em termos nominais desde o início do Plano de Benefícios, segundo a entidade.

No acumulado de 2020, o Plano de Benefícios obteve 8,81% de retorno em termos nominais e 4,11% em termos reais, ficando ligeiramente abaixo da meta para o ano (8,84% em termos nominais e 4,13% em termos reais). Já as reservas do Plano de Benefícios encerraram 2020 com retorno de 8,90% em termos nominais e 4,19% em termos reais, superando o benchmark. Já o Fundo de Cobertura de Benefícios Extraordinários (FCBE) encerrou o ano com retorno de 8,27% em termos nominais e 3,59% em termos reais, abaixo do benchmark.

A carteira de investimentos do Plano de Benefícios finalizou o período com 75,5% dos recursos em renda fixa, 12,4% em renda variável, 4% em estruturados multimercados e 8,2% em investimentos no exterior.

 

Avaliação de economicidade do Serpros é positiva – O Serpro divulgou o estudo de avaliação de economicidade do Serpros que, segundo o Manual de Auditoria Operacional do Tribunal de Contas da União (TCU), é a minimização dos custos dos recursos utilizados na consecução de uma atividade, sem comprometimento dos padrões de qualidade. Nesse contexto, o estudo avaliou a capacidade do Serpros em gerir adequadamente os recursos financeiros colocados à sua disposição.

O relatório da patrocinadora do fundo aponta que, por meio da análise do Planejamento Estratégico e relatórios anuais, há um esforço no fortalecimento da governança e na melhoria dos processos de gestão. Em seguida, ele traz nas conclusões a seguinte observação: “Por fim, considerando o desempenho do Serpros referente às perspectivas analisadas neste relatório, não há razões de ordem técnica que justifiquem a sugestão de transferência da gestão do patrocínio para outra entidade na presente data.”

 

Fusan permite geração de boleto por meio de atendente virtual – Os participantes da Fusan agora podem gerar boleto para os débitos pendentes, amortização ou quitação de seus empréstimos diretamente com a atendente virtual da entidade, chamada Clara. O procedimento é 100% digital e disponível 24 horas por dia por meio do site e aplicativo da entidade.

Giro das Associadas: Funpresp-Exe, Prevcom, Capef e Petros

Funpresp-Exe seleciona fundos habilitados a operacionalizar perfis – A Funpresp-Exe abriu consulta pública para selecionar gestores que operacionalizem os Perfis de Investimentos da entidade. A ideia é compor Fundos de Investimentos Renda Fixa Crédito Privado, abertos e exclusivos, que se unirão aos fundos já habilitados a administrar os recursos da fundação. Com isso, a entidade espera diversificar ainda mais seus investimentos.

O processo de seleção do gestor será formado por uma etapa de avaliação técnica e outra etapa de preços. A última será uma combinação entre as taxas máximas de administração e a respectiva taxa de performance. As duas etapas terão caráter classificatório. O gestor selecionado terá mandato para constituição de um fundo de baixo risco de crédito, tendo como benchmark o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) + 5% a.a. Atualmente, 18 fundos de investimento estão habilitados a gerenciar as carteiras da Funpresp-Exe, todos selecionados por meio de edital de licitação antes da implantação dos Perfis de Investimentos, no início de 2020.

A Funpresp-Exe está recebendo sugestões ao edital até o dia 28 de janeiro no e-mail licitacao@funpresp.com.br. Após análise das sugestões e solicitações, as manifestações da entidade serão divulgadas em seu site.

 

Rentabilidade da Prevcom em 2020 foi de 8,84% – A carteira de investimentos da Fundação de Previdência Complementar do Estado de são Paulo (Prevcom) acumulou 8,84% de rentabilidade em 2020, se posicionando acima de ativos de referência como o CDI, que chegou a 2,76%, dos 2,09% da Poupança e os 4,52% da inflação. O ganho apurado em 12 meses ficou apenas 0,21 pp abaixo do alvo de 9,05%, calculado com base na variação do IPCA + 4%.

O resultado é considerado expressivo em um ano marcado por tensões globais e períodos críticos de instabilidade. A sustentação das posições em renda variável e aplicações no exterior, que correspondem a 13% do capital aplicado, além da diversificação de ativos contribuíram para a performance diante da conjuntura difícil.

No ano passado, a fundação agregou ao patrimônio R$ 350 milhões em contribuições mensais, aportes extras e portabilidade dos participantes, contribuições paritárias dos patrocinadores e rendimentos. Os recursos elevaram para R$ 1,75 bilhão o valor acumulado de janeiro a dezembro na carteira administrada pela instituição.

 

Planos da Capef superam metas – O Plano BD da Capef acumulou em 2020 um retorno de 15,11%, acima da meta atuarial de 11,25%. Já o Plano CV I rentabilizou, em 2020, 9,77%, também acima da meta de 9,74%. Para Jurandir Mesquita, Diretor Presidente da entidade, o ano de 2020 foi eminentemente desafiador, seja pelo novo cenário com reduções fortes de taxas de juros, seja pela volatilidade que a pandemia causou nos mercados. “Os resultados de superação das metas atuariais em ambos os planos são reflexos principalmente de duas estratégias: uma de longo prazo, que foi implementada há mais de 10 anos com a alocação em títulos públicos com taxas elevadas, e outra de curto prazo com novas alocações em segmentos de maior risco e de maior retorno”, diz.

Marcos Miranda, Diretor de Administração e Investimentos, reitera que no início da crise, no ano passado, a entidade fez a manutenção de uma liquidez adequada em ambos os planos, com recursos suficientes para honrar os compromissos de pagamento de benefícios aos participantes, sem necessidade de venda de ativos, portanto sem ter que incorrer em realização de perdas.

Assim, a Capef passou pelas oscilações bruscas quando o mercado ‘desceu de elevador’ e, à medida que o mercado retomava, o Comitê de Investimentos adotou estratégias para ampliar a diversificação, com alocações em segmentos que proporcionassem maior retorno. “Claro, não podemos deixar de mencionar a contribuição do segmento renda fixa de ambos os planos, cuja estratégia de longo prazo já remonta há um bom tempo, com investimentos em títulos públicos federais com taxas de juros que, na média, superam as respectivas metas atuariais”, destaca.

 

Projeções da Petros marcam posição no ranking Top 5 do Banco Central – As projeções macroeconômicas da Petros continuam marcando posição no ranking Top 5 do Banco Central – que reúne seleto grupo formado por grandes instituições, como bancos, gestoras (assets) e consultorias especializadas em projeções macroeconômicas que participam do Boletim Focus – passando a ocupar também o Prisma Fiscal do Ministério da Economia – pesquisa mensal sobre as contas públicas, com a participação de diversas instituições financeiras e consultorias.

Além disso, a entidade contribui ativamente com as projeções da FocusEconomics, do Broadcast e da Bloomberg, que atuam neste segmento do mercado financeiro, para diversos indicadores econômicos. Neste mês, a Petros ficou em terceiro lugar no ranking Top 5 do Banco Central nas projeções do IGP-M de curto prazo. Considerando as projeções em 2020, a entidade ocupou constantemente o primeiro quartil (25%) entre as instituições com maior acurácia nos seguintes indicadores: IPCA, IGP-M, taxa de câmbio e taxa Selic, com posição de destaque entre os cerca de 140 participantes do Boletim Focus.

No Prisma Fiscal do Ministério da Economia, a Petros aparece três vezes no ranking que apurou a projeção para Despesa Total do Governo Central, do primeiro semestre de 2020 e, depois, nos períodos de fevereiro a julho de 2020 e de março a agosto de 2020. No ranking da Bloomberg, a Petros se destaca nas projeções de IPCA com seis aparições: IPCA mensal para agosto (5º lugar) e setembro (4º lugar) e IPCA interanual para agosto (3º lugar), setembro (3º lugar), outubro (5º lugar) e novembro (5º lugar).

Newsletter Abrapp em Foco

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que acontece no Grupo Abrapp e em sintonia com os fatos mais relevantes do setor.